O amor que nos prende às belezas eternas, não sufoca em nós o amor das temporais. (Da Comédia de MoliÈre, Le Tartufe)

Como assim Avatar 2 já foi lançado? Sim de verdade! E por incrível que pareça já estreiou há milênios, porém a obra não foi planejada pelo afamado James Cameron, mas pelo próprio Deus, como veremos sinteticamente abaixo. Você deve estar se perguntando qual é a ‘pegadinha’ que está por trás da afirmação, não é mesmo? Desde já respondo que é apenas uma ‘tradução artística’ de uma realidade elevada. Essa realidade supera de longe a imaginação fictícia utilizada no filme, que marcou a história do cinema.

AVATAR na Disney
Imagem que mostra um projeto do Pandora –The World of Avatar, para a utilização da Disney.

Vimos no nosso último artigo – ver aqui – que “o Divino Criador sempre irá sobressair pela experiência, capacidade, estilo, bom gosto e utilidade”  em relação a todas as suas criaturas. Portanto, até mesmo na indústria cinematográfica podemos dizer que a arte empregada não se equipara com as capacidades divinas de fazer maravilhas com a realidade e a História.

AVATAR 2 JÁ FOI LANÇADO

Nos diz a sinopse do Filme Avatar “que no exuberante mundo alienígena de Pandora vivem os Na’vi, seres que parecem ser primitivos, mas são altamente evoluídos. Como o ambiente do planeta é tóxico, foram criados os avatares, corpos biológicos controlados pela mente humana que se movimentam livremente em Pandora”.

Fábula inferior a realidade do AVATAR 2 feito por Deus. Mas afinal de contas, que Avatar 2 é esse que já foi lançado pelo Criador que é real e mais perfeito que o do filme? Vamos aproveitar a sinopse da ficção apresentada para sintetizar a realidade do AVATAR 2 QUE JÁ FOI LANÇADO por Deus desde a origem dos seres humanos.

No exuberante mundo celestial vivem os Anjos da Guarda, seres que não são nem parecem primitivos, mas são altamente evoluídos, virtuosos, belos e caridosos. Como o ambiente em que vivem é santo, perfeito e cheio de delícias,  eles desejam ajudar o nosso mundo a também ser um reflexo do deles, de acordo com a vontade divina. Por isso Deus estabeleceu que esses seres sem corpos sejam ‘controlados’ pela mente humana no intuito de dar apoio para que tudo rume para o mais perfeito e certo.

Pela comparação superficial já vemos que há uma grande diferença, mas vamos aprofundar um pouquinho para não perdermos a convicção dessa importante atualidade.

Anjos
Uma comunidade muito mais numerosa e perfeita que os avatares está a sua disposição, mas você se lembra disso?

Os avatares do mundo em que vivemos

Pelo filme, os avatares são feios (venhamos e convenhamos…). São mortais apesar de terem forte corpo, são toscos apesar de demonstrarem sensibilidade afetiva e vivem em um local com riquezas naturais. Analisando o conjunto pelo prisma da realidade, Pandora é esquisita para nós por ser totalmente linda e tóxica.

Já na vida real, Deus fez um mundo equilibrado, com belezas escalonadas e conexas. Onde até mesmo as coisas mais simples e fracas tem motivo e destaque; onde as coisas feias e nocivas servem de lição para demonstrar o que é o melhor. Sobretudo com os ANJOS que estão dispostos em qualquer palpitar ou balbucio nosso a se unirem a nós de uma forma que nenhuma máquina pode dar vínculo semelhante. Além de SEMPRE intervirem e ajudarem os que a eles recorrem, em qualquer hora, situação ou localidade.

Esses nossos ‘avatares’ – os Anjos da Guarda – são muito semelhantes a nós e nós a eles. Eles consonam inteiramente conosco, e não precisam de nenhum adendo e nada exigem para a todo momento estarem unidos conosco.

Mas muitas vezes nos encantamos com as estórias dos filmes e esquecemos de contemplar a nossa história. Lembre-se da frase de Molière no começo desse artigo.

Sob a Proteção dos Anjos, você pode sempre ficar e viver uma história mais impressionante e bela que qualquer filme, basta querer.

E se quiser saber mais sobre os Anjos, clique aqui.